Cultura-FeedBack_4

CULTURA DE FEEDBACK

É DE RESPONSABILIDADE DO GESTOR, CORRIGIR, DESENVOLVER E RECONHECER AS AÇÕES DE SEUS LIDERADOS

Vamos falar hoje sobre uma ferramenta superpotente e quando aplicada de forma correta traz grandes resultados para a empresa, isso mesmo FEEDBACK.

Atualmente há metodologias sobre esta ferramenta, aliando ela ao passado, presente e futuro, classificada em:

  • Feedback de correção
  • Feedback de reconhecimento
  • Feedback de desenvolvimento

O papel de todo gestor/líder é assegurar de que todos os objetivos da empresa estejam sendo cumpridos, tanto com foco em equipe quanto em resultados. Em tempos de inovações disruptivas, em que a velocidade da mudança é a maior mudança, é preciso se reinventar o tempo todo, neste contexto a importância de utilizarmos metodologias que são desenvolvidas com base em estudos aprofundados do comportamento humano.

A todo momento no ambiente de trabalho a comunicação se faz necessária, porém é neste comportamento que se encontra os maiores gaps das organizações. Por ter me deparado com esta realidade, resolvi desenvolver um conteúdo que explana uma metodologia fácil, prática e eficaz no mundo corporativo.

Falei sobre os tipos de FEEDBACK então vamos entender como funcionam na prática.

Quando devo aplicar um FEEDBACK DE CORREÇÃO? Está relacionado ao fato ocorrido, portanto é comparado com o passado. Primeiramente é necessário detectar qual é o problema, feito isso, o gestor deve chamar o liderado e fazer a abordagem de forma clara e objetiva, mantendo uma comunicação amigável. Para corrigir não é preciso ser ofensivo, faça a abordagem de forma sequenciada, seguindo os passos abaixo:

  1. Detecta qual o problema;
  2. Deixa claro ao liderado o que aconteceu;
  3. Comunica o impacto do ocorrido;
  4. Negocia e acorda os próximos passos;

Exemplo:

Gestor- Fulano, quero falar contigo a respeito do uso do uniforme. (Aborda o assunto)

Gestor- A política da empresa deixa claro a obrigatoriedade quanto ao uso do uniforme, nesta semana percebi que você não esteve atento a esta regra. (Clareza do ocorrido)

Gestor- Com isso a imagem da empresa e a harmonia do ambiente ficam prejudicados. (Impactos do ocorrido)

Gestor- A partir de hoje não será mais permitido permanecer na empresa sem estar devidamente uniformizado, sendo o colaborador passível de advertência. Conto com sua dedicação e colaboração quanto ao assunto. (Negocia os próximos passos)

Neste caso acima, o gestor deve deixar claro quais as regras em relação ao assunto. Qualquer tipo de feedback se for bem estruturado não levará mais que 15 minutos e o maior objetivo é gerar consciência sobre o fato, transformando em ações positivas, através de uma mudança comportamental, impactadas por uma comunicação não violenta.

Vamos falar agora sobre o FEEDBACK DE DESENVOLVIMENTO, este é utilizado sempre que o gestor precisa que o liderado se desenvolva em alguma função ou comportamento específico. Abaixo vou citar os passos e na sequência vamos exemplificar.

  1. Qual o objetivo e o propósito da conversa;
  2. Deixa claro ao liderado o que espera que seja feito;
  3. Comunica os impactos das ações que serão abordadas;

Ex:

 Gestor- Fulano, quero falar contigo sobre o uso do uniforme. (Objetivo da conversa)

Gestor- A empresa espera que todos os colaboradores utilizem o uniforme sempre limpo e bem apresentável. (Deixa claro o que se espera)

Gestor- Com isso a empresa deixará uma boa imagem no mercado e consequentemente teremos um ambiente mais harmonioso. (Impactos da ação)

Gestor- Posso contar contigo no engajamento deste processo?

Este feedback está relacionado ao futuro, pois ele aborda o fato gerador do momento, com foco em auxiliá-lo para o desenvolvimento.

Vamos agora a aplicação do FEEDBACK DE RECONHECIMENTO, importantíssimo para o desenvolvimento do liderado. Pesquisas apontam que apenas 13% dos liderados estão engajados de forma colaborativa, e os outros 87% reclamam que não tem reconhecimento sobre suas atividades.

Quais são os fatores para a abordagem:

  1. O objetivo e o propósito da conversa;
  2. Deixa claro o tema do assunto abordado;
  3. Comunica o impacto do ocorrido;

Ex:

 Gestor- Fulano quero falar com vocês sobre o uso do uniforme. (Propósito da conversa)

Gestor- Nesta semana foi cumprido com o objetivo de estar uniformizado dentro dos padrões desejados. (Clareza do assunto)

Gestor- Quero parabenizar toda a equipe porque recebemos elogios dos clientes quanto ao uso do uniforme, com isso, a empresa deixa uma boa imagem e está bem representada através da equipe, continuem assim. (Reconhece e elogia)

Todos os tipos de Feedbacks acima citados são importantes para tornar o ambiente corporativo, saudável e colaborativo, mas é claro, atentem-se para o Feedback de Reconhecimento, este tem efeito maior e é o menos utilizado por gestores e pares e o mais esperado pelo colaborador ou equipe. Passamos a maior parte do nosso tempo no ambiente de trabalho e se faz necessário um bom convívio. Com certeza a empresa que atua com base em uma gestão humanizada, tem muito mais chances de ter uma equipe engajada como um time, todos levando em consideração os objetivos da empresa.

Seja um líder servidor, conector e atuante, se assim for, não tenha dúvidas de que o sucesso virá na forma de excelentes resultados. 

Dicas de leitura:

Porque fazemos o que fazemos? – Mario Sergio Cortella
12 Regras para a Vida – Jordan B. Peterson
Comunicação não violenta – Marshall B. Rosemberg
Feedback eficaz – Guia HBR
Viver em Paz para Morrer em paz – Mario Sergio Cortella

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email